entrevista-mayte-carvalho-girlboss-garotadenegocios0

Maytê carvalho é a minha convidada de hoje no Girl Boss, uma super empreendedora, vencedora do reality show “O Aprendiz” e também finalista do aprendiz – O retorno. Trabalhou 6 anos ao lado de Roberto Justos e Walter Longo, ela conta que foi uma experiência incrível, mas deixou seu emprego fixo pra empreender e hoje tem um blog e também um aplicativo avaliado em meio milhão.
O beleza de farmácia é um app super interessante, explicando de uma forma mais simples, ele pega as cores dos esmaltes de grife que são super caros e te mostra uma cor igual com um valor mais em conta de um esmalte nacional, é demais! Façam o download aqui.

Frase do site do aplicativo: 
Nós acreditamos que ninguém precisa gastar uma fortuna para ficar bonita e na moda. Descubra opções de farmácia com as mesmas cores dos produtos de luxo e economize.

Maytê Diz:

OTHING IS IMPOSSIBLE: THE WORD ITSELF SAYS I’MPOSSIBLE.
Acredito muito que somos agentes do nosso destino e temos voz ativa para mudar nosso microcosmo, casa, empresa, vida: basta querer e FAZER. Hoje vejo muita gente falando, pouca gente fazendo: faça! Tire do papel, ainda que a princípio de uma maneira simples e menos sofisticada, o bom é inimigo do ótimo e é preciso dar o primeiro passo!

foto desktop

Na foto acima está a Maytê no programa Shark Tank Brasil Negociando com Tubarões, que eu adoro sempre assisto, ela participou do programa a conseguiu o investimento, eu assisti nesse dia e foi incrível.


GN:
Vamos voltar alguns anos, você foi vencedora do aprendiz- especial e também finalista do aprendiz – o retorno, nos conte como foi essa experiência? 
MC: Foi uma experiência única e que com certeza mudou a minha vida pessoal e profissional. Quando participei da primeira edição tinha apenas 18 anos e nunca tinha tido uma experiência profissional em agência de publicidade.
Encarar o reality show em si ( o confinamento, convívio com participantes, sala de reunião) foi uma experiência que fez com que eu amadurecesse bastante e adquiri também muito jogo de cintura para saber me comportar em situações de pressão, o que levo comigo até hoje. O que gosto do formato de O Aprendiz é como ele é um simulacro da vida corporativa e nos ensina bastante sobre empreender e intraempreender.

 

GN: Como foi trabalhar ao lado de Roberto Justos e Walter longo durante 6 anos?
MC: Trabalhei na New Content, que era uma agência do Grupo Newcomm e depois a Grey MC: Brasil, também do grupo. Na New Content tinha contato direto com o Giovanni Rivetti, que me ensinou muito e na Grey direto com o Walter Longo em concorrências, pois ele era o presidente da empresa.
Com o RJ mesmo eu tive pouca interface corporativa, nosso contato era mais social mesmo. Contudo, a cultura organizacional do grupo traz muito do grau de perfeccionismo e exigência que ele aplica em seus negócios. Walter e Roberto são inspiradores e exigentes, não existe serviço meia boca nem mal feito para com eles.

 

GN: Você decidiu deixar um emprego fixo para empreender, qual foi a sua maior dificuldade no começo?
MC: Minha maior dificuldade foi a mudança de mentalidade. Quando você é funcionário de uma grande empresa você tem um chefe que delega coisas para você e te orienta como seguir, uma verba grande, um staff de pessoas (jurídico, rh, financeiro) não só de backoffice mas também na sua equipe que tornam o seu dia-a-dia mais ágil.
Quando você é empreendedor, você cria as suas metas, business plan, geralmente tem uma equipe enxuta – ou no meu caso, nenhuma rs, então você precisa ter muita determinação e resiliência, disciplina para organizar sua agenda e tempo. Nada adianta manter a mentalidade de funcionário, pois se você espera que alguém fará algo por você simplesmente não irá acontecer – do or do not, there is no try.

 

GN: Hoje você tem um aplicativo avaliado em meio milhão, como surgiu a ideia de transformar o seu blog beleza de farmácia em um aplicativo? 
MC: Eu lancei o blog em Janeiro de 2015 e a ideia do app veio em março quando pensei que seria interessante ter um catálogo em um display/formato amigável para que as leitoras pudessem consultá-lo. Depois procurei programadores, tive algumas experiências ruins e finalmente em 2016 conheci o Dennis Schwartzman que hoje é meu sócio. Juntos fizemos o app, colocamos no ar e hoje já somamos mais de 5 mil downloads.

 

GN: Quando você saiu do seu emprego fixo o seu aplicativo já tinha sido lançado? 
MC: Não. Eu me dediquei 100% ao app desde Janeiro de 2016 e saí do meu emprego fixo em 2015. Contudo, hoje teria esperado um pouco mais para fazer essa transição – me organizado melhor e ter guardado mais dinheiro também.

 

GN: Hoje você é a CEO & Founder da plaforma beleza de farmácia e também faz varias palestras sobre empreendedorismo pelo sebrae, nos conte como é a sua rotina?  
MC: Minha rotina é bem diversificada: quando é semana de palestra geralmente viajo, então levo meu notebook e celular e trabalho remoto.Quando não tenho palestra trabalho do meu escritório na Vila Olímpia, em SP. Vou a muitos eventos de beleza, moda, empreendedorismo e tecnologia então geralmente toda semana tenho esses eventos para conciliar, mas procuro ficar pelo menos 4 dias da semana full time no escritório in loco – eu descobri que home office não funciona muito bem para mim rs.

 

Adorei entrevistar a Maytê, ela é uma super inspiração, gostaram? Me contem!

Seja você uma garota de negócios, fique por dentro de todas as novidades e receba recursos exclusivos no seu email. Cadastre-se aqui ou coloque seu email logo no fim desse post.
Tem sugestão, perguntas ou dúvidas?

Entre em contato através do e-mail: leitoras@garotadenegocios.com.br